ANESE

Endereço: Rua Bernardo de Vasconcelos, nº. 434 - sl. 202. Realengo. Rio de Janeiro - RJ | CEP: 21710-262 -

Atendimento: De Segunda a Sexta-feira Das 09:00h às 17:00h Horário de almoço: Das 12:00h às 13:00

TEL.: 21 3579-7512

TRADUTOR DO GOOGLE

Total de visualizações de página

contador

SITE DA ANESE

Assine a Petição pública pelo fim da multa da rais

sexta-feira, 23 de abril de 2010

PRESIDENTE DA ANESE OLIVEIRA DÁ ENTREVISTA AO JORNAL FOLHA DIRIGIDA EM 20.04.2010

O PRESIDENTE DA ANESE, LUIZ CARLOS OLIVEIRA FERREIRA CONTA TUDO SOBRE O CASO DOS EX SOLDADOS ESPECILIZADOS A EQUIPE DE REPORTAGEM DA FOLHA DIRIGIDA, QUE CAUSOU INDIGNAÇÃO POR PARTE DA EQUIPE, POIS OS CONCURSOS DO CESD ERAM DIVULGADOS NA ÉPOCA PELO PRÓPRIO JORNAL EM TODO O BRASIL.

PROTESTO DA ANESE NA BASC TEVE REPORTAGEM PUBLICADA PELO JORNAL O DIA EM 23.04.2010

PROTESTO DE EX SOLDADOS ESPECIALIZADOS NA BASE AÉREA DE SANTA CRUZ TRAZ COMOÇÃO E APOIO POR PARTE DOS MILITARES DAS TRÊS FORÇAS.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

FAB celebra Dia da Aviação de Caça na Base Aérea de Santa Cruz com manifestação de Ex Soldados Especializados

Fonte: Comunicação Social da ANESE


Hoje, quinta-feira, dia 22, pilotos de caça da FAB celebraram, na Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, o Dia da Aviação de Caça do Brasil. A programação, que começou às 8h00, causou espanto por parte dos militares que estavam de serviço e que lá serviam e também dos convidados que viram um grupo de Ex soldados especializados manifestando o seu direito de reintegração na porta da Base Aérea de Santa Cruz à 100 metros da entrada. Muitos militares e convidados paravam os carros para pegarem os panfletos que eram distribuídos e todos estavam solidários e torcendo pelo retorno dos Ex Soldados. O fato que chamou mais atenção foi o Comandante da BASC indo de encontro aos manifestantes e, perguntando-lhes se eles iriam tentar invadir o quartel ou criar algum tumulto e os manifestantes o tranqüilizou dizendo-lhe que todos os protestos realizados pela ANESE ( Associação Nacional dos Ex Soldados Especializados) são pacíficos e ordeiros. O Comandante da BASC ainda falou que um de seus comandados da guarda sugeriu chamar a polícia, porém o próprio Comandante nos disse que não havia necessidade pois ali estavam chefes de família e pessoas educadas. Teve exposição de aeronaves como o F-2000 e o R-99 no histórico Hangar do Zeppelin. Uma cerimônia militar homenageou caçadores do passado e do presente que faziam a defesa aérea do País. O problema é que os Ex militares deram o que falar no interior do quartel.
O dia 22 de abril de 1945 ficou conhecido como o de maior número de missões realizadas pelos militares da FAB durante a 2ª Guerra Mundial.
Neste final de semana - Antes das comemorações do Dia da Aviação de Caça, já existe muito movimento na Base Aérea de Santa Cruz com a realização do Torneio de Defesa Aérea.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Ex-soldados continuam pressionando Aeronáutica pela reintegração (Foi denunciado mais contradições da Aeronáutica)

Ex-soldados continuam pressionando Aeronáutica pela reintegração
16/04/2010

Por André Pelliccione, da Redação do Sindsprev/RJ

Ex-soldados (foto) lutam por justiça e retorno à Aeronáutica
Foto: Nicolas Magalhães


Injustamente demitidos entre 2001 e 2008, após seis anos de serviço contínuo, os ex-soldados especializados da Aeronáutica continuam em sua luta por reintegração àquela força armada. Em março, eles realizaram manifestações em frente ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), na rua Acre, centro do Rio, onde seis processos pedindo a reintegração — com nove autores cada — tramitam em segunda instância. Na ocasião, os soldados distribuíram, no Tribunal, um memorial com o resumo dos argumentos que fundamentam seu pedido de reintegração. Entre eles, o de que, ao ingressarem por concurso na Aeronáutica entre 1994 e 2001, os editais de convocação exigiam que os candidatos fossem reservistas e estivessem ‘quites’ com o serviço militar inicial. “Na época de nossa demissão, a Aeronáutica alegou, como fundamento, o fato de termos ‘servido à pátria pela segunda vez’, o que nunca foi verdade porque o Edital do concurso já exigia que apresentássemos o certificado de reservista. Além do mais, o concurso era para soldado especializado e profissional, com perspectiva de uma carreira”, explicou João Carlos Viegas Amaral, vice-presidente da Associação Nacional de Ex-Soldados Especializados (Anese).

Mais contradições da aeronáutica

Em 1991, o COMGEP (Comando Geral de Pessoal) da Aeronáutica editou o Programa de Modernização da Administração de Pessoal (PMAP), relatório no qual a estrutura de pessoal da força era analisada sob os aspecto qualitativo. Algumas das conclusões do relatório foram então utilizadas pela Aeronáutica na busca da maior profissionalização da tropa. Ao referir-se ao corpo pessoal graduado da Aeronáutica, por exemplo, o relatório dizia que “a criação da figura do soldado especializado poderá, no futuro, dispensar o recrutamento para o serviço militar obrigatório”. Em outro trecho, o documento afirmava: “o militar que ingressar na Aeronáutica como soldado especializado, após o curso de especialização de soldados, tendo trabalhado em sua especialidade por, no mínimo, um ano e quatro meses, poderá ascender a cabo, pelo curso de formação de cabos”. Para Viegas, é a comprovação do caráter diferenciado e profissional dos soldados especializados. “O PMAP mostra que o nosso concurso era para os que tinham a expectativa de desenvolver uma carreira na Aeronáutica, o que nada tem a ver com o serviço militar obrigatório, pelo qual já havíamos passado antes de fazer o próprio concurso”, acrescenta.

PDC propõe anular Decreto utilizado nas demissões

Desde novembro de 2009 Tramita na Câmara de Deputados, em Brasília, o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) nº 2.131, de autoria do deputado federal Marcelo Itagiba (PSDB-RJ), que susta os efeitos do Decreto 3.690, de dezembro de 2000, sobre o qual a Aeronáutica vem se apoiando para manter a demissão dos 12.000 ex-soldados profissionais dispensados daquela força a partir de 2001. No momento, o PDC encontra-se em análise pelo relator, deputado William Woo (PPS-SP), que até o início de maio deverá enviar o texto para votação na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN), de onde seguirá para a de Constituição e Justiça (CCJ), se for aprovado, e dali ao plenário. A próxima etapa seria o envio do texto para tramitação no Senado, novamente tramitando pelas comissões daquela casa até uma futura votação final.
Paralelamente à tramitação do PDC, os ex-soldados vêm tentando, na Câmara dos Deputados ou Assembléia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) garantir a realização de audiência pública que debata a sua situação funcional e o licenciamento compulsório de que foram vítimas.
Organizados pela Anese com apoio do Sindsprev/RJ, os ex-soldados têm, nos últimos dois anos, realizado sucessivas manifestações para pressionar a Aeronáutica a reintegrá-los.

FONTE SINDSPREV-RJ:http://www.sindsprevrj.org.br/jornal/secao.asp?area=24&entrada=4040

quinta-feira, 8 de abril de 2010

ESTAMOS SOLIDÁRIOS E PEDIMOS AO GOVERNO UMA OPORTUNIDADE

URGENTE (Tragédia no RJ)

CHUVAS NO RIO DE JANEIRO

ESTAMOS SOLIDÁRIOS E PEDIMOS AO GOVERNO UMA OPORTUNIDADE

Em cinco dias de chuva incessante no Estado do RJ um deslizamento de terra, na noite desta quarta-feira 07/04/2010, soterrou dezenas de casas no Morro do Bumba, próximo à garagem da Viação Santo Antônio, na localidade conhecida como Viçoso Jardim, em Niterói- RJ. O número de imóveis atingidos pode chegar a 50, segundo bombeiros que estão no local. Estima-se que cerca de 160 pessoas estejam soterradas, e pelo menos sete corpos já foram retirados.
Vinte e três pessoas já foram resgatadas com vida. Os feridos estão sendo levados para o Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap), em Niterói. O fornecimento de energia foi cortado no local, para evitar riscos de explosões e incêndios. Bombeiros dos quartéis de Niterói, Itaboraí, Itaipu e São Gonçalo foram mobilizados. O trabalho de resgate durou por toda a madrugada. O problema agora de manhã é o cansaço dos Bombeiros que passaram toda a noite escavando o local em busca de sobreviventes. Agora dia 08/04/2010, já são 153 o número de mortos em todo o estado do RJ. Niterói é o município mais castigado e falto efetivo para a troca dos bombeiros devido todo o estado funcionar com 100% do efetivo dos militares. Agora mais uma vez vai a pergunta:

Quantas pessoas precisam morrer ainda para o Governo reconhecer que a ANESE, possui homens capacitados para ajudar aos bombeiros a resgatarem aquelas vítimas dos escombros? Temos que nos mobilizar pessoal, pois temos pessoas soterradas em Niterói e o Bombeiro não está dando conta por motivo de cansaço, vamos somar forças a ANESE é capaz disso !

CADASTRE SEU E-MAIL, RECEBA NOTÍCIAS DO NOSSO BLOG

Pesquisar este blog

FRAUDES NA FORÇA AÉREA BRASILEIRA